Sindigás " a EPE foi publicado o Plano Indicativo da Tubulação de Transporte de PORCO – Imã de geladeira e Gráfica Mavicle-Promo

Fonte: EPE

No Plano Indicativo da Tubulação de Transporte de PORCO faz parte dos estudos de planejamento energético realizado pela EPE, no sector do gás natural, e na busca de apresentar as avaliações levadas a cabo pela EPE no que diz respeito às condutas de gás e de transporte que venham a ser executados nos próximos anos, de forma indicativa, com base no estudo da oferta e da demanda, além da análise técnico-econômicos e sócio-ambientais.

No presente trabalho apresenta-se uma breve descrição da infra-estrutura de gás natural existente, o presente e uniforme (anunciada por parte dos agentes ou da cromatina, a EPE e o mundo. Em seguida, apresenta-se a metodologia de análise utilizada, nos termos dos critérios técnicos, de custo e as características sociais e ambientais. Nos capítulos seguintes, são apresentados os projetos estudados no que se refere às alternativas autorizadas, ou para a ampliação dos gasodutos existentes, bem como aquelas relacionadas com a conexão dos novos produtos da malha de gasoduto de transporte existente. Para cada alternativa estudada apresentam-se os critérios técnicos, econômicos e sócio-ambientais considerados. Ao final, os resultados deste estudo podem resumo e comentários, de forma conjunta, a avaliação das variáveis que podem influenciar a viabilidade, bem como as perspectivas para a implantação de cada um deles.

Neste ciclo, o Plano Indicativo da Tubulação de Transporte de PORCO, foi estudado de perto de 2.000 quilômetros, dos projetos de gasodutos de transporte. A soma dos investimentos com relação a todos os projetos estudados, atingindo o patamar de Us$ 17 mil milhões de dólares.

 

Fonte: www.sindigas.org.br/novosite/?p=16126

Fonte: imadegeladeira.com/sindigas-a-epe-foi-publicado-o-plano-indicativo-da-tubulacao-de-transporte-de-porco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *